Árbitro esqueceu de anotar ocorrido na súmula e gerou polêmica no Cruzeiro

O árbitro Felipe Fernandes de Lima, que apitou o primeiro clássico da final do Campeonato Mineiro, entre Atlético-MG e Cruzeiro, na Arena MRV, no último sábado (30), vacilou e esqueceu de anotar ocorrido importante na súmula da partida que gerou polêmica entre os cruzeirenses. O jogo terminou empatado em 2 a 2, com gols de Fuchs e Hulk para o Galo e Jemerson (GC) e Dinenno para a Raposa.

A situação aconteceu depois do gol de empate de Dinenno, onde um copo foi arremessado por um atleticano no centroavante. No documento da partida, o juiz fez registro em súmula de objetos arremessados, mas não foram referentes aos da comemoração final.

Em duas anotações, o árbitro relatou ocorridos, mas não citou o último. “INFORMO QUE, AOS 3 MINUTOS DO SEGUNDO TEMPO, UM COPO COM LÍQUIDO AMARELO EM SEU INTERIOR FOI ARREMESSADO PARA DENTRO DO CAMPO DE JOGO, VINDO DA TORCIDA DA EQUIPE DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO.”, disse em primeira ocasião.

A segunda anotação aconteceu no segundo tempo: “INFORMO QUE, AO TÉRMINO DA PARTIDA, TRÊS COPOS COM LÍQUIDO AMARELO EM SEU INTERIOR FORAM ARREMESSADOS PARA DENTRO DO CAMPO DE JOGO, VINDO DA TORCIDA DA EQUIPE DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO.”, escreveu o árbitro.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Atlético terá desfalque de peso no jogo de volta

Cinco dias antes da decisão, o Galo recebeu notícia desesperadora que pode quebrar os planos do treinador Gabriel Milito. O Galo não pôde contar com o volante Edenilson, que sofreu luxação no cotovelo esquerdo, com ruptura de ligamentos, no treino de segunda-feira (1) e será desfalque por tempo desconhecido.

Comentários estão fechados.