André Balada não mede palavras contra ex-técnico do Cruzeiro

Atualmente sem clube, o atacante André, hoje com 33 anos, deu uma recente declaração e não mediu palavras para falar do técnico Enderson Moreira, com passagem pelo Cruzeiro. Durante a sua participação no Podcast Charla, na última quarta-feira (24), o ex-jogador do Atlético-MG detonou a postura do treinador. 

André trouxe lembranças da época da base do Cruzeiro para justificar o fracasso do Sport na Série B do ano passado. Para se ter uma ideia, o Leão foi o clube com mais rodadas no G-4 da história do torneio, porém, mesmo assim, não subiu. 

André detona Enderson Moreira

Enderson foi demitido logo após a penúltima rodada, quando o time já não tinha chances reais de acesso; naquela altura do campeonato, o Sport dependia de um milagre. 

“Era o Enderson (no comando do Sport, em 2023)… Enderson, sei lá, o nome dele… Vai subir nunca… Na época da base eu treinava e ele virava a cara. No Cruzeiro. Não tinha como (esquecer). Não é que virava a cara, ele nem via. Tinha caras mais importantes na época… Faz parte”, afirmou o atacante.

Enderson Moreira esteve no Cruzeiro durante o primeiro ano do clube na Série B, em 2020. No entanto, não durou muito tempo no cargo. Ao todo, foram apenas 12 jogos e uma sequência de seis rodadas seguidas sem vencer no torneio. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Enderson havia sido contratado para substituir Adilson Batista. Não teve sucesso no clube e, após a sua saída, a diretoria trouxe Ney Franco, que também não deu certo: sete jogos, com duas vitórias, quatro derrotas e um empate. Por fim, o Cruzeiro encerrou aquela temporada sob o comando de Felipão. 

Comentários estão fechados.