Adidas vacila pela segunda vez com o Cruzeiro e mais uma pede música no Fantástico

A Adidas mais uma vez fez o que não devia e antecipou o lançamento do novo uniforme do Cruzeiro para a temporada de 2024. O modelo da camisa principal do clube foi colocado à venda em lojas da empresa antes da data oficial da apresentação do uniforme, marcada para esta terça-feira (5).

Destaca-se que isso já havia acontecido no ano passado e, inclusive, no início desta temporada, com o vazamento do uniforme de treinos do Cruzeiro. A alta cúpula celeste já se manifestou algumas vezes com descontentamento diante da postura da empresa alemã. 

Adidas divulga nova camisa do Cruzeiro

Para se ter uma ideia, em 2022, poucos meses depois de ser anunciado como dono da SAF do Cruzeiro, Ronaldo Fenômeno reclamou do vazamento do uniforme do clube e destacou que isso tira a força de um projeto desenhado e orquestrado pela diretoria. 

“Diminuiu um pouco o impacto da empresa sobre a nova camisa. Houve erro de logística e organização da Adidas para passar para os lojistas. Passaram antes do tempo. Algum lojista pegou e vazou a foto antes da gente anunciar. Uma pena que diminuiu o impacto. Vamos trabalhar para que isso não possa acontecer”, disse.

O fato é que o Cruzeiro vai “lançar” o seu novo uniforme nesta terça-feira (5) e já entrará em campo com a camisa na semifinal do Campeonato Mineiro. A saber, a Raposa enfrentará o América no próximo final de semana, no Independência. A partida de volta será no Mineirão. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

transferir
Camisa do Cruzeiro para 2024. Foto: Itatiaia/Reprodução.

Além do uniforme, o Cruzeiro pode ter outra novidade em campo. A saber, trata-se do atacante argentino Álvaro Barreal, apresentado pelo clube na semana passada. A tendência é que o jogador seja inscrito no BID da CBF e, com isso, possa ser relacionado para o duelo contra o Coelho. 

Por fim, vale dizer que a Adidas tem contrato assinado com o Cruzeiro até o final de 2025. O clube até tentou a rescisão amigável, mas não conseguiu e deve seguir com a empresa alemã durante o vínculo.

Comentários estão fechados.