Zebraça! Vexame histórico do Cruzeiro que custou o título completa 20 anos

O Cruzeiro dos anos 2000 sempre é muito lembrado pelos títulos e, quase sempre, atrelado a histórica campanha da tríplice coroa. No entanto, um ano antes de entrar para a história, a Raposa sofreu uma derrota histórica que custou o troféu da Copa dos Campeões.

Antes de contar do vexame propriamente dito vale relembrar que competição era essa e o que ela de fato valia. Em uma época que torneios regionais ainda eram disputados em todos os cantos do país, os campeões da Copa Rio-São Paulo, Copa Sul Minas, Copa Norte, Copa do Nordeste e Copa Centro-Oeste, além de outros clubes disputavam a Copa dos Campeões.

Campanha do Cruzeiro e tropeço na final

Classificado ao torneio como campeão da Copa Sul Minas, o Cruzeiro pegou um grupo difícil na primeira fase ao lado de São Paulo, Grêmio e Vitória, conseguindo se classificar na primeira colocação com uma vitória e dois empates. Vale lembrar que a zebra já começou a passear logo no início da competição, naquele grupo o Vitória desbancou São Paulo e Grêmio, avançando a próxima fase,

Na campanha, a Raposa passou ainda por Goiás e Flamengo em jogos únicos rumo a final da Copa dos Campeões. O adversário da decisão era o Paysandu, a surpresa da competição que eliminou o Palmeiras na semifinal, avançando para a final contra o Cruzeiro.

Decidido em duas partidas, a Raposa que já tinha o favoritismo ao seu lado e abriu vantagem no Mangueirão, em Belém, ao vencer por 2 a 1. Porém, no jogo da volta o Cruzeiro não conseguiu manter placar e saiu derrotado por 4 a 3, levando a decisão para os pênaltis. Nas penalidades a Raposa perdeu três pênaltis e viu a taça escapar quando Gino aproveitou a cobrança decisiva.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.