Zagueiro Breno sumiu depois de ganhar fortuna na Justiça

A história do zagueiro Breno no futebol ficou marcada por altos e baixos, polêmicas, um desaparecimento repentino e uma grande fortuna obtida na Justiça. Revelado nas categorias de base do São Paulo, logo o então garoto foi alçado ao profissional. Vale lembrar que o defensor foi peça fundamental para o título do Campeonato Brasileiro do Tricolor, em 2007. 

Eleito a revelação do torneio, Breno chamou a atenção de clubes europeus. O Bayern de Munique, aliás, topou pagar 12 milhões de euros para contratá-lo, algo em torno de R$ 33 milhões na cotação da época. No entanto, o jovem não conseguiu repetir o desempenho por lá. 

Estadia de Breno na Alemanha acabou com fogo em sua própria casa

Ao todo, foram apenas 35 jogos pelo Bayern entre as temporadas de 2008 e 2012. Porém, a sua estadia na Alemanha ficaria marcada por uma grande polêmica. Isso porque Breno foi condenado por atear fogo em sua própria casa e acabou preso. Ele cumpriu a pena no país europeu e só voltou a atuar em 2015.

Naquele ano, Breno acertou sua ida ao São Paulo, com a esperança de reencontrar o bom futebol. Mas isso não aconteceu. Pouco depois, Breno acertou sua ida ao Vasco, onde permaneceu entre 2017 e 2020.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Encerrando a sua carreira no Rio de Janeiro, o ex-zagueiro do São Paulo simplesmente decidiu “sumir do mapa”. Breno acionou o Vasco na Justiça e recebeu R$ 6 milhões do clube. Desde então, tem optado por um estilo de vida recluso e pacato. Nas redes sociais, por exemplo, o ex-defensor não compartilha coisas de sua vida pessoal desde julho de 2021.

Comentários estão fechados.