William Bonner parou o Jornal Nacional ao vivo para comentar fim de ciclo de Hulk

Hulk é considerado o maior ídolo da história recente do Atlético-MG e, em favor da verdade, um nome de extrema importância para o clube mineiro. Neste ano, porém, o atacante vinha sofrendo com um jejum de gols, o que certamente o incomodava no Galo. 

O fato é que o ciclo sem marcar chegou ao fim na noite da última terça-feira (28). Aliás, Hulk marcou um verdadeiro gol de placar, que rendeu elogios de William Bonner, apresentador e editor do Jornal Nacional, da TV Globo. 

William Bonner não se segura ao comentar fim de ciclo de Hulk

Bonner, que, por ofício, costuma evitar adjetivos durante a apresentação do jornal, deixou de lado toda a formalidade e não se segurou: “O Hulk fechou a goleada em uma jogada individual espetacular”, disse. 

O gol de Hulk foi marcado aos 93 minutos de jogo. No lance, o camisa 7 arrancou pela direita, passou pela marcação e finalizou forte, no canto, para fechar o placar na Arena MRV. A saber, vitória do Atlético por 4 a 0 e classificação garantida para as oitavas de final da Libertadores. 

Ainda em tempo, vale destacar que o final de ciclo de Hulk no Atlético-MG veio junto com um recorde. Isso porque o atacante chegou ao 16º gol em 38 partidas da Libertadores. Com isso, alcançou a marca de Zico e Jardel na lista dos maiores artilheiros brasileiros do torneio. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Agradecer a Deus por chegar à marca desses grandes jogadores. Do Jardel, que fez história onde jogou. Ele foi ídolo lá no Porto também, que eu defendi. E o Zico dispensa comentários, nosso Galinho, nosso rei. Um cara com quem me dou muito bem. A gente fica feliz por voltar a marcar”, comemorou.

A próxima partida do Atlético-MG será no retorno do Brasileirão. O Galo vai encarar o Bahia, na Arena MRV. A partida acontecerá neste domingo (2), às 16h.

Comentários estão fechados.