Wesley Gasolina vai parar no tribunal e pode desfalcar o Cruzeiro

O lateral-direito Wesley Gasolina, que começou a temporada de 2024 em alto nível marcando gols e dando assistência, foi expulso na partida contra o Athletic, foi parar no tribunal esportivo e pode acabar desfalcando o clube por longo período. Expulso na segunda rodada do Campeonato Mineiro, o jogador foi denunciado pela Procuradoria no Artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que diz sobre “praticar jogada violenta”.

Em julgamento, Gasolina foi ser penalizado de um a sete jogos. Se tiver a pena mínima, o lateral está livre para jogar, já que cumpriu a punição automática contra o Atlético-MG, na vitória por 2 a 0, na Arena MRV. Pelas redes sociais, torcedores reclamaram alegando que o lance da expulsão não foi grave o suficiente.

Além do lateral, o Cruzeiro também será julgado por artefatos explosivos arremessados no campo da Arena do Jacaré, aos 47 minutos do segundo tempo, no empate contra o Athletic. O clube foi denunciado no Artigo 213, Inciso III, do CPJD, que prevê multa que varia entre R$ 100 e R$ 100 mil.

“Engraçado q dos cantos homofóbicos direcionados ao Rafael Cabral no clássico ngm fala ne, fora os copos arremessados em campo…”, afirmou um torcedor, reclamando da vista grossa feita pelo tribunal com outros casos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O Cruzeiro volta a campo nessa quinta-feira (15), no Mineirão, contra o América-MG, pela quinta rodada do Campeonato Mineiro, às 20 horas. Mais de 35 mil torcedores são esperados pelo Cabuloso, que divulgou nas redes sociais a venda de 30 mil ingressos antecipadamente.

Comentários estão fechados.