Urgente: Pepa responde se vai treinar o Botafogo

O Botafogo anunciou na manhã desta sexta-feira (23) a demissão do técnico Tiago Nunes, que deixou o clube carioca após sofrer pressões internas do elenco. Para o lugar deixado, a equipe vem sondando nomes e ex-Cruzeiro pinta como um dos favoritos. O Botafogo empatou em 1 a 1 com o Aurora pela fase preliminar da Libertadores na quarta-feira (21).

Atualmente no Al Ahli, do Catar, Pepa recusou investida do Botafogo para retornar ao Brasil. O treinador português está focado no projeto da equipe árabe e não vai retornar ao Brasil. Pepa trabalhou no Cruzeiro entre os meses de março e agosto em 2023, sendo demitido após ficar sete rodadas sem vitórias no Brasileirão.

Com falta de resultados, o treinador deixou boa imagem para os clubes brasileiros, que vez ou outra o sondam para um possível retorno. São Paulo e Cuiabá nos últimos meses procuraram o técnico, mas também não tiveram sucesso.

Em entrevista recente, Pepa falou da sua saída do Cruzeiro, onde revelou mágoa com o clube, já que acreditou demais no projeto e foi desligado de uma hora para outra. “Fiquei magoado, fiquei frustrado. Acima de tudo porque quando me venderam o projeto, eu me senti tão esmiuçado. Entrevistas atrás de entrevistas. Pensei: ‘Se eu for o escolhido, vou ter respaldo’. Talvez ficar ali dois, três anos”, contou.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ainda na declaração, Pepa falou de como foi trabalhar no Brasil, o que pode facilitar um retorno no futuro. “Ainda bem que eu fui ao Brasil, que fui a um Cruzeiro, que passei por aquilo. Campeonato fantástico, condições fantásticas, jogadores fantásticos. É surreal [o apoio da torcida]. Era praticamente impossível sair à rua sem ser abordado. Sempre me senti acarinhado, apoiado. Nunca senti uma coisa dessas”, completou.

Comentários estão fechados.