Torcida do Cruzeiro fez sua parte, mas valor milionário acabou indo para rival

A torcida do Cruzeiro fez a sua parte e encheu as arquibancadas do Ipatingão no último final de semana. A equipe celeste ficou no empate por 0 a 0 com o Tombense, pelo jogo de ida da semifinal do Estadual. O duelo ficou marcado por uma atuação no mínimo inconsistente do árbitro Paulo César Zanovelli, que não contou conversa e expulsou dois jogadores da Raposa: Zé Ivaldo e Marlon.

De antemão, vale destacar que ambos os titulares serão desfalques na partida de volta. A saber, o jogo acontecerá no próximo sábado (16), às 16h30, no Mineirão. Para avançar à grande final, o Cruzeiro pode até empatar, mas, ao certo, o time entrará em campo para conquistar a vitória. 

Torcida do Cruzeiro enche o bolso do rival 

De acordo com o boletim financeiro da Federação Mineira de Futebol, a partida entre Cruzeiro e Tombense foi assistida de perto por 21.261 torcedores. A receita bruta fechou em R$ 1.626.200,00. Isso porque os tíquetes para o duelo foram comercializados pelos preços de R$ 100 e R$ 50. 

Descontados os gastos, o Tombense, mandante do jogo, teve um lucro de R$ 1.273.152,80. Porém, vale dizer que o público no Ipatingão era majoritariamente composto por cruzeirenses. Para se ter uma ideia, a equipe de Tombos contou com cerca de 300 torcedores. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Como mencionado, Cruzeiro e Tombense voltam a se enfrentar no sábado, no Mineirão. Por ter feito a melhor campanha da fase de grupos, a Raposa precisa apenas de um empate para se classificar. Ainda em tempo, não custa dizer que a expectativa é de casa cheia no Gigante da Pampulha. Até a noite da última segunda-feira (11), mais de 15.000 ingressos haviam sido vendidos.

Comentários estão fechados.