Torcedores do Cruzeiro ficaram decepcionados com revelação envolvendo Pepa

Não passou de uma coincidência. No mesmo dia em que o Cruzeiro anunciou a demissão do técnico Nicolás Larcamón, o portuigês Pepa, ex-comandante da Raposa, ficou livre no mercado. Ambos os treinadores deixaram seus respectivos clubes na última segunda-feira (8). Vale lembrar que Pepa estava no Al-Ahli, do Catar. 

O fato é que a publicação de Pepa sobre a sua saída do Al-Ahli foi invadida por torcedores do Cruzeiro, que pediram a sua volta à Toca da Raposa. Não custa dizer que o português comandou o time celeste no primeiro semestre de 2023, mas, apesar de um futebol consistente, não conseguiu bons números. 

Para se ter uma ideia, ao longo dos seis meses que esteve à frente do Cruzeiro, Pepa comandou o time em 25 partidas. Ao todo, foram sete vitórias, oito empates e dez derrotas. 

Pepa pode ser anunciado pelo Cruzeiro? Foi confirmado

O fato é que a saída de Pepa do Cruzeiro não foi das mais amistosas. Em entrevista posterior, o técnico afirmou que não esperava a demissão e que, naquele momento, acreditou que teria o trabalho abraçado pela diretoria, já que participou de um longo processo seletivo antes de ser contratado. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Mas não é apenas por este motivo que Pepa não voltará ao Cruzeiro. O clube mineiro tem um acerto já encaminhado com o técnico Fernando Seabra, que, inclusive, segundo Samuel Venâncio, está na Toca da Raposa para comandar a primeira atividade com o grupo, nesta terça-feira (9).

A estreia de Fernando Seabra no Cruzeiro acontecerá nesta quinta-feira (11), às 21h, no Mineirão, contra o Alianza, da Colômbia, em jogo da segunda rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana.

Comentários estão fechados.