Tite foi um dos técnicos que rebaixou o Atlético-MG

Tite estreia pelo Flamengo nesta quinta-feira (19), contra o Cruzeiro. Nos últimos anos ele treinou a Seleção Brasileira, nas últimas duas Copas do Mundo e foi derrotado em ambas nas quartas de finais. Quase duas décadas atrás, em 2005, Adenor comandou o Atlético-MG no ano em que o Galo caiu para a Série B.

Naquela época, o treinador tinha somente um título de expressão no currículo, a Copa do Brasil de 2001, vencida com o Grêmio. Ele comandou o rival do Cruzeiro em 21 partidas, vencendo somente quatro vezes, destes, foram 13 jogos pelo Brasileirão. Tite saiu da equipe na 16ª rodada, momento em que o alvinegro já era lanterna.

“Tenho um respeito muito grande e entendo toda chateação. Gostaria de ter feito um trabalho melhor. É humano, mas tenho que compreender que, às vezes, não dá, que não consegui. Fica a lástima, mas também o respeito que tenho pelo torcedor do Atlético e pelo clube. Quando penso onde eu gostaria de reformatar e reconduzir um trabalho: só no Atlético”, disse o treinador em uma entrevista para a Rádio Itatiaia.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O Cruzeiro recebe o Flamengo, agora comandado por Tite, em jogo pela 27ª rodada do Brasileirão 2023. Uma vitória é fundamental para a Raposa se afastar da zona do rebaixamento e para quebrar a sequência de seis jogos sem somar os 3 pontos jogando em casa.

Comentários estão fechados.