STJD pode suspender chefão de SAF por até seis anos e aplicar R$ 2 milhões em multa

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) está com bomba nas mãos, tem grande atitude para tomar nos próximos dias e pode suspender chefão de SAF por até seis anos, além de aplicar multa de R$ 2 milhões. Pedido feito pela Procuradoria Geral da Justiça Desportiva pode dar punição enorme a John Textor, dono do Botafogo, que denúncias sobre possível manipulação de resultados no Campeonato Brasileiro.

A sugestão do auditor da ação na procuradoria é que o dono da SAF do Botafogo seja suspenso por seis anos e receba uma multa de R$ 2 milhões. A pena, se aplicada ao máximo, será a mais pesada da história do futebol brasileiro.

O STJD analisou as provas que Textor diz ter e as julgou como “imprestáveis” e concluiu que as ações configuram ilícitos desportivos contra a honra de sete entidades desportivas, nove atletas e nove árbitros. Ainda na ação foram encontradas infrações éticas de John Textor. “foram constatadas infrações contra a ética desportiva e a motivação pessoal na solicitação da instauração do inquérito”, diz trecho do processo.

O inquérito no STJD foi aberto após os episódios, a partir do pedido do Procuradoria Geral da Justiça Desportiva, do Palmeiras, do São Paulo, do Sindicato dos Atletas Profissionais de São Paulo e da Associação Nacional dos Árbitros de Futebol. Textor fez acusações contra os clubes, que repudiaram veementemente.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Mauro Marcelo de Lima e Silva, auditor do caso, pediu encaminhamento das provas do inquérito à Justiça do Rio de Janeiro, já que se tratam de indícios criminais. “Considerando que em tese estão configurados os delitos criminais de Denunciação Caluniosa e Falsa Comunicação de Crime, encaminhe-se cópia integral deste Inquérito ao Procurador Geral de Justiça do Rio de Janeiro Doutor Luciano Oliveira Mattos de Souza para as providências que julgar necessárias.”, afirmou o auditor.

Comentários estão fechados.