Somou 39 gols e 39 assistências em um ano, mas recusou o Cruzeiro nesta temporada

O Cruzeiro atravessa o intenso processo de reformulação e replanejamento para a temporada de 2024. Após a demissão do técnico Nicolás Larcamón, a diretoria anunciou a contratação de Fernando Seabra para o cargo. A estreia do treinador será nesta quinta-feira (11), às 21h, no Mineirão, contra o Alianza, da Colômbia. 

No entanto, as movimentações do Cruzeiro no mercado não se resumem apenas a contratação de Fernando Seabra. Muito pelo contrário, a diretoria está em busca de um auxiliar para o técnico, já que toda a comissão de Larcamón deixou o clube junto com o argentino. 

Cruzeiro tentou contratar ídolo, mas ouviu um NÃO

Neste cenário, o Cruzeiro tentou a contratação do ex-meia Alex, ídolo da Raposa. No entanto, de acordo com informações da Itatiaia, o Talento Azul recusou o convite, uma vez que quer seguir a carreira como técnico.

Alex foi, sem dúvidas, um dos jogadores mais brilhantes que já vestiu a camisa do Cruzeiro na história. Não à toa, recebeu o apelido de Talento Azul, após ser um maestro do time na campanha da Tríplice Coroa, em 2003. Naquele ano, a Raposa conquistou o Brasileirão, a Copa do Brasil e o Estadual.

Para se ter apenas uma ideia, Alex esteve em campo em 63 das 73 partidas disputadas pelo Cruzeiro em 2003. O meio-campista marcou 39 gols e contribuiu com nada mais nada menos do que 39 assistências. Isto é, participou de 43,57% dos 179 gols do Cruzeiro naquele ano.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ainda em tempo, Vale lembrar que, no ano passado, Alex esteve na Toca da Raposa para um período de estágio com o então treinador Pepa. O meio-campista passou cerca de uma semana observando o dia a dia do clube e os trabalhos da comissão técnica.

Comentários estão fechados.