Situação envolvendo o Cruzeiro pode gerar crise em time do Sul

O Cruzeiro volta a campo nesta quarta-feira (10), contra o Grêmio, no estádio Centenário, em Caxias do Sul, pela décima quinta rodada do Brasileirão, às 18h30, em confronto decisivo para as pretensões do adversário, que vive péssima fase e está na zona de rebaixamento. Menos de dois dias para o confronto, a delegação celeste está vendo situação com grande crise crescer no sul.

Na última segunda-feira (07), a Geral do Grêmio se reuniu com o presidente Alberto Guerra para uma “conversa franca e aberta”, buscando entender o que vem acontecendo no clube. A equipe comandada por Renato Gaúcho está na décima oitava colocação com apenas 11 pontos e não vence na competição há dois jogos

Tendo jogo de grande importância contra o Cruzeiro, que vive bom momento, a torcida organizada do Grêmio prometeu que protestos serão realizados em caso de derrota. De acordo com o comandante do grupo de torcedores, a paciência com o elenco do Tricolor está no limite.

“Está todo mundo sem paciência, ruim da cabeça, está f… a situação. Se perder, a gente vai fazer um protesto sim. A gente joga limpo. Creio eu que as coisas vão começar a dar certo”, afirmou Rodrigo Dicaprio, que é um dos líderes da organização.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Escalações para Grêmio x Cruzeiro

Grêmio: Marchesín; João Pedro, Ely, Kannemann e Reinaldo; Villasanti, Pepê e Edenílson (Gustavo Nunes); Pavon, Cristaldo e Soteldo;  Técnico: Renato Portaluppi.

Cruzeiro: Anderson; William, Zé Ivaldo, Neris (Villalba) e Marlon (Kaiki); Lucas Romero, Lucas Silva, Barreal e Matheus Pereira; Arthur Gomes e Gabriel Veron. Técnico: Fernando Seabra

Comentários estão fechados.