Seleção Brasileira joga a vida contra Argentina por vaga nas Olímpiadas de Paris

A Seleção Brasileira Olímpica decide a sua vida nesse domingo (11), às 20h, em Caracas, na Venezuela, contra a Argentina, pela terceira rodada do quadrangular final do Pré-Olímpico do futebol masculino. Com grande peso e relevância, quem vencer o confronto está classificado para os Jogos Olímpicos de Paris, que acontecem em julho.

O Brasil garante vaga em Paris 2024 em caso de empate ou vitória, enquanto os Hermanos precisam da vitória a todo custo. A Seleção Brasileira venceu o Ouro nas Olímpiadas em 2016 e 2020, enquanto a Argentina foi campeã em 2008, em elenco que tinha Messi e Di Maria.

A partida entre Brasil e Argentina, no Estádio Nacional Brígido Iriarte, em Caracas, terá transmissão exclusiva do SporTV, que vem passando todo o torneio. Apenas um dos dois vai conseguir classificação para os jogos olímpicos.

O regulamento da competição prevê que os dois melhores colocados ao fim de três rodadas asseguram lugar nos Jogos de Paris. O Paraguai, que tem quatro pontos, não tem mais como ficar da lista de classificação e tem vaga garantida.

  1. Paraguai – 4 pontos (1 gol de saldo)
  2. Brasil – 3 pontos (0 gol de saldo)
  3. Argentina – 2 pontos (0 gol de saldo)
  4. Venezuela – 1 ponto (- 1 gol de saldo)

Para ter três pontos, o Brasil venceu a Venezuela por 2 a 1 na rodada passada, que teve pênalti perdido pelo garoto Endrick, que assumiu o erro, convocou união da equipe e deu a volta por cima.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“A chave [para a vitória] foi a união de toda a equipe. Perdemos. Ganhamos. Gol anulado. A gente também fez gol. Pênalti anulado. Muitas coisas. Creio que a equipe está muito unida e feliz. Eu estou muito feliz. Pude ajudar a equipe hoje não com gols, mas com assistências. É agradecer muito a Deus, porque eu saí jogando rápido e dei o gol para a Venezuela. Foi um erro meu. Aí comecei a orar ali no meio do campo, e o gol foi anulado”, disse o atacante.

Comentários estão fechados.