Schumacher ganhou indenização milionária após situação inacreditável acontecer

O ex-piloto da Fórmula 1, Michael Schumacher, sete vezes campeão mundial, está afastado da mídia desde o final de 2013, quando sofreu acidente enquanto esquiava e acabou de ganhar indenização milionária por situação inacreditável. Uma revista alemã publicou suposta entrevista exclusiva com o ex-piloto da F1 que, na verdade, foi gerada por inteligência artificial.

Após o caso, a editora que publicou o material foi demitida. Considerada sensacionalista, a publicação expôs uma foto do ex-piloto na capa da edição de abril, alegando ter feito “a primeira entrevista” com o alemão desde seu acidente de esqui na França em 2013. Por causa do caso, a família do piloto foi indenizada em 200 mil euros, cerca de R$ 1,1 milhão.

“Este artigo de mau gosto e enganoso nunca deveria ter aparecido. Ele não atende de forma alguma aos padrões do jornalismo que nós – e nossos leitores – esperamos de uma editora como a FUNKE (grupo que controla a revista alemã). Como resultado da publicação deste artigo, as consequências pessoais serão imediatas. A editora-chefe Anne Hoffmann, que tem responsabilidade jornalística pelo jornal desde 2009, será demitida de suas funções”, disse a diretora-executiva da revista após a condenação.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Em um dos trechos da entrevista falsa, Schumacher teria falado que a situação é complicada, mas ao lado da família ficava mais fácil.

“É realmente muito mais fácil com o apoio da família. Minha esposa e meus filhos foram uma bênção e eu não poderia ter superado isso sem eles. É claro que eles também estão muito tristes sobre como tudo correu, mas a vida é assim, infelizmente, às vezes temos que aceitar as coisas que correm mal. Eles me apoiaram e ficaram firmemente ao meu lado”, afirmou o trecho falso.

Comentários estão fechados.