Schumacher “aparece” depois de muito tempo para leiloar itens no valor de R$ 22,5 milhões

O piloto Michael Schumacher, que está afastado do noticiário desde dezembro de 2013, quando sofreu um grave acidente enquanto esquiava na França, apareceu nos últimos dias para leiloar itens milionários. Heptacampeão da Fórmula 1, o alemão foi campeão em 1994, 1995, 2000, 2001, 2002, 2003 e 2004 e é um dos maiores da história, para sempre lembrado pelos grandes feitos nas pistas.

Sem aparecer oficialmente, a aparição de Schumacher foi simbólica para leiloar os itens de luxo. Ao todo, oito relógios da coleção pessoal do piloto já foram vendidos para novo dono, comprados de uma vez por uma única pessoa por 4,4 milhões de dólares (cerca de R$ 22,5 milhões). A cerimônia de venda aconteceu na última segunda-feira (13), em Genebra, na Suíça.

O item mais caro da venda foi o modelo chamado de Platinum Vagabondage 1, adquirido por 1,5 milhão de dólares (cerca de R$ 7,6 milhões). O relógio foi um presente dado a Schumacher em 2004 quando o ex-piloto conquistou o seu sétimo título mundial.

Com sete títulos na carreira, Schumacher foi duas vezes campeão do mundo pela Benetton nas temporadas em 1994 e 1995. Entre 2000 e 2004 foi cinco vezes campeão seguido pela Ferrari, sendo o maior vencedor de forma isolada até ser igualado por Lewis Hamilton, que foi campeão sete vezes, igualando a marca em 2020.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Cruzeiro em reta final de preparação

O Cruzeiro volta a campo neste quinta-feira (16), contra o Unión La Calera, pela quinta rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana, às 21 horas, no Independência.

Comentários estão fechados.