Samuel Venâncio analisa troca de técnico e cutuca o Cruzeiro

O Cruzeiro anunciou na última segunda-feira (8) a demissão do técnico Nico Larcamón, que deixou o clube após perder o Campeonato Mineiro para o Galo e já tem um novo comandante. Para a vaga deixada, a diretoria celeste fechou a contratação de Fernando Seabra, que estava no RB Bragantino e retorna ao clube após três meses.

Para o jornalista Samuel Venâncio, que analisou a troca de comando do Cruzeiro, a decisão da diretoria foi contestada, já que fez aposta em treinador que há três meses não era o ideal. No final de 2023, Seabra foi auxiliar de Autuori e chegou a ser cotado ao cargo de treinador, mas foi descartado e retornou ao time sub-23.

“A diretoria do Cruzeiro faz um movimento de muita ousadia, para não dizer outra coisa, no nome escolhido para ser o substituto de Nicolás Larcamón no comando técnico do time estrelado. Digo isso porque há três meses o mesmo Fernando Seabra estava no clube e, naquele momento, não foi o escolhido para ser o comandante celeste em meio ao tão falado processo seletivo para escolha de um novo treinador”, disse Venâncio.

Aos 46 anos, Fernando Seabra vai comandar o time profissional depois de duas temporadas no sub-20, onde fez grande trabalho, conquistou títulos e terminou a passagem com o vice-campeonato na Copinha, perdendo na decisão para o Corinthians.

Pelas redes sociais, o Cruzeiro anunciou a contratação de Seabra, que já começa a trabalhar com o grupo de jogadores e deixou o RB Bragantino. “Fernando Seabra é o novo técnico do Cruzeiro! O treinador retorna ao clube, após uma passagem vitoriosa pela categoria Sub-20 e atuação no time profissional no final da temporada de 2023, garantindo a classificação na Sul-Americana. Seu contrato é válido até o fim de 2024.”, publicou o Cruzeiro.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Comentários estão fechados.