Saiu do Cruzeiro por migalhas e agora foi vendido por R$ 60 milhões

Não seria exagero dizer que o Cruzeiro fez um dos piores negócios de sua história com a transferência do jovem meio-campista Maurício ao Internacional, em 2020. Para se ter apenas uma ideia, a Raposa foi recompensada com apenas R$ 1 milhão e, de quebra, teve que aceitar Willian Pottker como uma moeda de troca.

Revelado nas categorias de base do Cruzeiro, Maurício mostrou que seria uma das grandes joias do país desde os primeiros passos no profissional. Acontece que o meia ganhou a sua primeira chance pelo time celeste na fatídica temporada de 2019, quando tudo ia de mal a pior. 

Cruzeiro receberá parte do valor da venda de Maurício

O fato é que, pelo Internacional, Maurício ganhou maturidade e ainda mais projeção. Tanto assim que o meia esteve envolvido em uma das contratações mais badaladas desta janela de transferências. A saber, ele acertou sua ida ao Palmeiras, que, ao todo, desembolsará R$ 60 milhões pelo jogador.

Os detalhes das tratativas foram ajustados recentemente e, ao que tudo leva a crer, o contrato do atleta com a equipe paulista será assinado ainda nesta terça-feira (26). Pelo Inter, foram 176 partidas, com 26 gols marcados. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ainda em tempo, vale destacar que o Cruzeiro detém 25% dos direitos econômicos de Maurício e, com isso, receberá parte do valor desta transferência. Ainda não há maiores informações sobre o percentual da Raposa que será repassado ao Palmeiras. 

Enquanto isso, vale  lembrar que o Cruzeiro anunciou a contratação de um outro jovem meio-campista. A saber: Matheus Henrique. O volante deixou o Sassuolo, da Itália, e assinou por cinco temporadas com a equipe mineira, isto é, até junho de 2029. 

Comentários estão fechados.