Informação sobre a saída de Felipão do Atlético-MG pegou todos de surpresa

A crise aumenta no rival… Felipão e Atlético-MG não vivem o melhor momento dessa relação iniciada em junho do ano passado. Apesar de ter levado o time à fase de grupos da Libertadores, o treinador faz uma temporada pífia em 2024 e, para piorar, se envolveu em uma grande polêmica fora das quatro linhas. 

No desembarque da delegação alvinegra no Aeroporto de Confins, um torcedor que estava no local pediu a titularidade do jovem Alisson. No momento, Felipão ouviu a conversa e desferiu palavras de baixo calão contra o cidadão atleticano. A diretoria não se pronunciou oficialmente. 

O fato é que a atitude, é claro, repercutiu negativamente entre os torcedores e internamente no clube. De acordo com informações do Globo Esporte (ge), a situação foi tratada como uma “infelicidade enorme” do treinador e desencadeou reuniões internas. 

Felipão terá teste de fogo no Atlético

Para além da turbulência fora de campo, o Atlético-MG tem um dos piores aproveitamentos do Brasil. Ao todo, foram seis jogos disputados até aqui, com três vitórias, duas derrotas e um empate. No sábado (24), o Galo vai enfrentar, fora de casa, o América, que tem a melhor campanha do Estadual. 

O desempenho neste início de Campeonato Mineiro, somado à saída de Rodrigo Caetano da direção de futebol do Atlético e os atritos com a torcida deixaram Felipão abalado. Segundo informações do ge, tudo isso contribuiu para que o treinador ficasse ainda mais “sem paciência”.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Felipão tem contrato assinado até dezembro deste ano e, por enquanto, está mantido no cargo. Porém, a situação pode ganhar uma reviravolta em breve, mas não antes do clássico deste final de semana contra o América, pela sétima e penúltima rodada da fase de grupos do Campeonato Mineiro.

Comentários estão fechados.