SAF brasileira perdeu o maior artilheiro do Brasil após calote

O modelo de SAF no Brasil foi adotado pelos clubes para trazer mais profissionalismo ao futebol brasileiro, mas vem causando problemas em determinado clube após calote. A situação aconteceu com o Vasco da Gama em 2021, que tinha Germán Cano no seu elenco, mas acabou o perdendo para o Fluminense, já que tinha dívida com o jogador e ficou sem ter o que fazer.

Artilheiro do Brasil em 2022 e 2023 pelo Fluminense, tendo sido campeão da Libertadores, Germán Cano aceitou jogar no Vasco pela Série B, apesar das ofertas de outros clubes, mas acabou precisando mudar de equipe por dívida de R$ 3 milhões. A ideia inicial do jogador era renovar o contrato, mas as negociações cessaram por não cumprimento de acordo.

O jogador não quis mudar de cidade e assinou com o Fluminense em casamento que deu certo de imediato. O atacante argentino se tornou artilheiro do Brasil, marcando 40 gols em 61 jogos em 2023, sendo artilheiro da Libertadores.

Zagueiro do Cruzeiro caiu de caminhão para ir ao clube

Em relato surpreendente, o zagueiro Léo contou de quando fez exame no Cabuloso machucado depois de sofrer queda de caminhão, onde acabou sendo recusado. Atualmente com 36 anos, Léo está aposentado dos gramados e deu entrevista, onde relatou o acontecido. A situação aconteceu em 2000, quando tinha apenas 12 anos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Morando em Eldorado, há 15km da Toca da Raposa, o defensor precisou ir em um ônibus e na traseira de um caminhão, mas acabou não dando muito certo. “Eu tinha que descer do caminhão, mas ele não parava, estava em velocidade. Era sol de uma hora da tarde, o asfalto pegando fogo. Me joguei do caminhão. Tenho marcas até hoje desse capote. Fiquei todo machucado, peguei minha mochilinha e fui fazer o teste”, explicou.

Comentários estão fechados.