Ronaldo em visita à Toca. Foto: Divulgação/Reprodução.

Ronaldo participará de reunião fundamental para o futuro do Cruzeiro

Ronaldo Fenômeno, dono de 90% da SAF do Cruzeiro, terá, em breve, um compromisso que pode entregar ao torcedor celeste a realização de um antigo sonho: ter um estádio para chamar de seu. Na última semana, foi anunciado pelo prefeito de Betim e conselheiro do Cruzeiro, Vittorio Medioli, um projeto de arena no município vizinho a Belo Horizonte.

Vittorio propôs a construção de um estádio no município de Betim para o Cruzeiro. Os valores das obras seriam pagos por investidores e o lote ‘doado’ pela prefeitura de Betim. Com isso, a Raposa não teria gastos na confecção do estádio e ficaria com 80% dos lucros de bilheterias e comerciais, e a prefeitura de Betim com os outros 20%.

O encontro entre os gestores

Após a apresentação da proposta, Vittorio Medioli afirmou que haveria uma reunião com a diretoria celeste para arrematar as arestas do empreendimento. Agora, de acordo com informações da Itatiaia, o encontro pode acontecer já na próxima terça-feira (21), na sede do governo municipal. 

Entretanto, Ronaldo não deve comparecer presencialmente neste primeiro momento, uma vez que deixou Belo Horizonte após assistir a vitória do Cruzeiro sobre a Ponte Preta, no Mineirão, por 2 a 0.

Vale lembrar que o gestor celeste participou também de uma reunião com o governador de Minas Gerais, Romeu Zema. Sobre a mesa, os gestores tiveram uma primeira conversa sobre a possibilidade de o Cruzeiro passar a administrar o Mineirão.

A Minas Arena, que atualmente tem contrato com o governo estadual para cuidar do estádio, não gostou do movimento de Ronaldo pelos bastidores. Mas, se as tratativas avançarem, a empresa terá que participar das negociações. 

Já a arena esportiva em Betim prevê uma área de 100 mil metros quadrados para até 45 mil torcedores, ou 52 mil pessoas para shows e eventos. O novo estádio teria como inspiração a Arena da Baixada, do Athletico Paranaense. A expectativa é de que o projeto seja realizado em dois anos. 

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.