Ronaldo ganhou nova dor de cabeça ao tratar venda do Real Valladolid

Ronaldo Nazário não é mais o dono do Cruzeiro. No início desta semana, o Fenômeno anunciou a venda de 90% das ações da SAF do clube ao empresário mineiro Pedro Lourenço. Durante a coletiva, inclusive, o ex-atacante da Seleção Brasileira cravou que o Real Valladolid “será o próximo” time a ser vendido. 

O fato é que a declaração curta e grossa de Ronaldo Nazário não repercutiu bem na Espanha. Parte da imprensa espanhola voltou a citar problemas durante a gestão do empresário no clube, que, no momento, está na Segunda Divisão local. 

Ronaldo revela venda do Valladolid e é massacrado pela imprensa

O jornal espanhol Marca, conceituado veículo local, ressaltou os altos e baixos na gestão de Ronaldo no Real Valladolid. O gestor conquistou o acesso com o clube, mas depois sofreu com rebaixamentos. “A verdade é que a relação com os torcedores, depois da ascensão lógica no início, não tem sido o que o outrora carismático futebolista procurava”, destacou o jornal.

O Diário AS, por sua vez, afirmou que o trabalho de Ronaldo no clube ainda tem muitas etapas a concluir, citando os dois rebaixamentos em três anos sob o comando da equipe. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ainda em tempo, vale lembrar que Ronaldo assumiu o Real Valladolid em 2018, ainda na primeira divisão da Espanha. No entanto, viveu uma verdadeira “montanha russa” nos anos seguintes, entre 2019 e 2022, com dois rebaixamentos e, por enquanto, um acesso à elite. 

Ronaldo é, atualmente, dono de 82% das ações do clube europeu. O empresário comprou 51% das ações em 2018, por 30 milhões de euros. Em seguida, aumentou o seu percentual para 71% e depois chegou ao total de 82%.

Comentários estão fechados.