Ronaldo Fenômeno se envolve em confusão com torcedores do Cruzeiro

O Cruzeiro venceu, se manteve na liderança da Série B e, o mais importante, abriu, por ora, 13 pontos de vantagem para o quinto colocado. Mas a noite da última terça-feira (28), no Mineirão, ficou marcada também por um princípio de tumulto entre torcedores celestes e seguranças de Ronaldo, que foi ao estádio prestigiar o clube. 

Tudo começou na saída de Ronaldo de um dos camarotes do Gigante da Pampulha. Como de costume, sempre que o Fenômeno está no Mineirão, diversos torcedores ficam no aguardo para tentar um autógrafo, uma foto, um aceno com a cabeça que seja.

Como a confusão aconteceu?

No momento, os seguranças, tanto do Cruzeiro quanto da Minas Arena, fizeram um cerco sobre o Fenômeno, mas alguns torcedores tentaram a aproximação. Eis que um deles precisou ser afastado. A confusão começou ali, de forma acalorada, com agressões dos dois lados. 

O torcedor foi imobilizado pelos seguranças do Mineirão, mas não antes de se envolver em uma luta corporal homem a homem. Quando tudo parecia controlado, uma faísca acendeu a cólera contida no torcedor. 

O amigo pessoal de Ronaldo e integrante da holding que administra o Cruzeiro, Bruno Mazziotti, precisou intervir, quando o torcedor ameaçou agredir um dos seguranças que estava de costas, caminhando de volta para sua posição de origem.

As imagens não são conclusivas, é preciso o VAR. Mas, ao certo, pode-se dizer que a rispidez de ambos os lados é injustificável. No entanto, fato é que o calor do momento se impõe ao bom-senso.  

O segurança, ao afastar o torcedor do caminho de Ronaldo, segura os braços do rapaz na tentativa de tomar o celular de suas mãos. Neste momento, o torcedor profere a primeira agressão em vias de fato contra o profissional que, diga-se, estava fazendo o seu trabalho.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.