Ronaldo Fenômeno gerou má influência sem querer e causou proibição em escola

O ex-jogador Ronaldo Fenômeno, que esteve no comando da SAF do Cruzeiro até o final de abril, vendeu as suas ações para Pedro Lourenço e agora foi surpreendido ao saber que gerou má influência sem querer na criançada. Inspirado em R9, garoto foi proibido de entrar na escola após fazer corte inspirado em Ronaldo Fenômeno.

A situação aconteceu no final de 2022, quando um estudante do Reino Unido, Alfie Ransom, de 12 anos, decidiu homenagear o seu ídolo com corte de cabelo. O jovem reproduziu o corte feito por Ronaldo na Copa do Mundo de 2002, de Cascão. Quando chegou na escola para assistir as aulas, foi impedido de entrar e mandado de volta casa. Em entrevista, a mãe do garoto defendeu o filho.

Em entrevista ao portal The Daily Star, a mãe do menino disse que Ronaldo é um dos jogadores favoritos do filho e repreendeu a atitude da escola. “Hoje em dia, as escolas falam de aceitar as pessoas como elas são e encorajá-las a serem únicas e elas mesmas. Como isso é diferente?”, disse Emma Ransom. Ainda na declaração, a mãe falou que para o filho retornar seria necessário raspar o cabelo.

“Eu detesto a ideia de ter que raspar a cabeça dele, pois isso deixaria Alfie muito triste. Mas ele não terá permissão para voltar até que tenha raspado tudo, o que é ridículo porque não afetará nem um pouco seu aprendizado”, comentou a genitora.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O Cruzeiro volta a campo no próximo sábado, contra o Atlético-GO, pela sexta rodada do Brasileirão, em Goiânia, às 16h, no estádio Antônio Accioly. Com sete pontos conquistados, a Raposa é décimo lugar na tabela.

Comentários estão fechados.