Ronaldo comenta sobre ameaças ao árbitro de Cruzeiro x Atlético-MG

Neste domingo (6), o Mineirão recebeu mais um clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro. Mandante deste ano, o Galo saiu vencedor por um placar de 2×1, após virada com pênalti polêmico a seu favor, e um gol nos acréscimos de Ademir, reforço do time para a temporada.

Revoltado com a interferência da arbitragem, o gestor do Cruzeiro, Ronaldo Fenômeno criticou a FMF, mas após o relato do árbitro Igor Benevenuto, que revelou ter sofrido ameaças de morte, o ex-jogador fez questão de repudiar os responsáveis pelas ameaças.

“Não são torcedores do Cruzeiro, são bandidos, têm que ter uma intervenção policial para que não aconteça. Independentemente de erro, isso não deve acontecer. Não são torcedores.

Tem que ter um cuidado especial da Polícia para monitorar esses violentos que ameaçaram arbitragem, jogadores, clubes… condeno veemente esse vandalismo e as ameaças que o Igor Benevenuto sofreu. Acho um grande de um absurdo, me solidarizo e me coloco à disposição para qualquer necessidade e apoio”.

Na live realizada em seu canal na Twitch, plataforma de streaming, Ronaldo falou sobre a entrevista de Igor concedida ao SporTV após ser vítima das agressões verbais.

“Vi uma entrevista dele na TV, e fiquei realmente mais chateado ainda com os casos de violência. Recebeu ameaças antes e depois do jogo, disse que sua realmente tem sido com estresses, de ameaças não só a ele, mas também familiares”.

Pênalti Contra o Cruzeiro

A respeito do pênalti marcado contra o Cruzeiro, Ronaldo criticou a falta de VAR no Campeonato Mineiro, e disse que entende as falhas dos árbitros.

“Todos têm o direito de errar, e o árbitro também tem esse direito. O árbitro não é diretamente responsável pelo erro, acho que a FMF tem que ter muito mais critério na hora de preparar seus árbitros.

Em um jogo como este, uma das falhas mais graves é não ter VAR. Como coloca um jogo importante, um clássico com Mineirão lotado, e não tem ajuda da tecnologia? Uma economia, pasmem, de R$ 60 mil para não ter o VAR”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.