Roger Flores revela problema que tinha com Cuca nos tempos de Cruzeiro

O ex-jogador Roger Flores está aposentado dos gramados e vem atuando como comentarista na TV Globo. Aos 45 anos, o meia teve passagem conturbada pelo Cruzeiro em 2011 e revelou que tinha problemas de relacionamento com o técnico Cuca. Na época, a Raposa brigou contra o rebaixamento no Brasileirão e se livrou nas últimas rodadas.

A declaração do problema aconteceu durante programa Seleção Sportv. A situação aconteceu ainda na pré-temporada de 2011, quando o treinador afastou o jogador dos treinamentos e o deixou de fora dos primeiros jogos do Campeonato Mineiro daquela época.

“2011 começou com um jogo amistoso de pré-temporada. O Cuca arrumou uma confusão comigo, no dia seguinte me deu uma dura na frente de todo mundo. Aí eu quis responder, (mas ele não deixou), e me escanteou. Só que eu era um jogador com muita moral no Cruzeiro, com a torcida, com a imprensa. Eu fiquei treinando separado, fechei meu bico. De vez em quando, eu entrava num treino coletivo, num treino com bola com a rapaziada. E aí o Estadual começou, e nem no banco de reservas (das partidas) eu ficava. O torcedor começou com burburinhos: ‘Cadê o Roger?’”, disse Roger.

Ainda na declaração, Roger contou que após um período afastado, Cuca o chamou e resolveu dar oportunidade. O treinador conversou com o ex-jogador e deu oportunidade, que acabou dando certo de imediato.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Faltando três dias para o jogo, eu correndo em volta do campo, ele (Cuca) me puxa e fala: ‘treina aí’ (com o elenco). No dia seguinte, antevéspera do jogo, me coloca (para treinar) no time titular. Duas horas antes do jogo, ele deu a escalação e me colocou para começar o jogo. Pensei: ‘esse sem vergonha quer me arrebentar’. Mas fazer o quê? Eu tinha que ir pro jogo. Entramos no jogo, ganhamos de 5 a 0, meti gol, fui um dos melhores em campo e ele teve que me usar a temporada inteira. Depois eu não entrei mais em conflito com ele, temos uma ótima relação até hoje, respondi (em campo) e depois não teve como me tirar mais”, finalizou Roger.

Comentários estão fechados.