Rodrigo Caetano volta atrás sobre deixar o Atlético-MG

O diretor de futebol Rodrigo Caetano está no Atlético-MG desde o começo de 2021, estava sendo cotado para assumir cargo executivo na Confederação Brasileira de Futebol (CBF), aceitou o desafio, mas não vai deixar o arquirrival no momento.

Chamado por Dorival Júnior, novo treinador da Seleção, que deixou o São Paulo, Rodrigo Caetano será o novo coordenador de seleções da CBF, mas só vai encerrar as atividades no Galo quando o sucesso para o cargo no clube for contratado. A contratação ainda não aconteceu e espera as definições para abandonar o clube.

Depois do empate contra a Tombense por 1 a 1, na Arena MRV, na quarta (14), Rodrigo Caetano comentou do seu futuro dentro e fora do clube, onde comentou que o ex-goleiro Victor poderia ser o novo executivo do galo.

“Hoje ele exerce uma função fundamental, que é o, sem dúvida alguma, o meu braço direito, o cara que faz essa interface com o vestiário. Mas, independentemente, se tiver mesmo uma saída, quem vai definir esse cargo não serei eu, é óbvio. Tem a diretoria, hoje o clube tem dono”, falou Rodrigo Caetano.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ainda na declaração, Caetano revelou que foi combinado internamente no clube que o assunto de saída não seria comentado por enquanto. “Sobre esse assunto a gente combinou que não falaria a respeito, pelo menos hoje.”, acrescentou o executivo.

Até a Copa do Mundo de 2022, Juninho Paulista estava no cargo que será ocupado por Rodrigo Caetano. Com a saída de Tite, o ex-jogador deixou a confederação.

Comentários estão fechados.