Robinho enviou comunicado a Daniel Alves após o julgamento

O ex-jogador Robinho, que teve passagem pelo Atlético-MG entre os anos de 2016 e 2017, foi condenado por estupro na Itália, mas está solto no Brasil e enviou comunicado ao lateral-direito Daniel Alves, que está sendo julgado acusado de agredir sexualmente uma mulher dentro de uma boate de Barcelona em dezembro de 2022.

Levando vida fora dos holofotes após ser condenado, Robinho se negou a comentar o caso de Daniel Alves em entrevista à TV Record. “Que Deus abençoe a vida do Daniel Alves. Melhor eu não falar nada”, disse em entrevista para a Record.

Robinho foi condenado a nove anos de prisão por um estupro coletivo na Itália, cometido em 2013. Sem opções de recurso, o jogador pode cumprir a pena aqui no Brasil, já que a justiça italiana fez pedido ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), no Brasil. A decisão ainda será julgada pela corte em Brasília.

As autoridades italianas pediram a extradição de Robinho, mas o pedido foi negado uma vez que o Brasil não extradita seus cidadãos, e por isso a Itália pede que a pena seja cumprida no país. Daniel Alves, que está preso desde o começo de 2023, pode pegar até 12 anos de prisão, tempo máxima de pena para este crime na Espanha.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Em teste de perícia realizado com a vítima, foi encontrado o DNA de Daniel após relação sexual não consentida. A defesa do lateral alega que o jogador estava embriagado e fora de si, sem saber o que estava fazendo.

Comentários estão fechados.