Ricardo Rocha se defende de acusação feita por filha

O ex-jogador Ricardo Rocha, campeão da Copa do Mundo em 1994 pela Seleção Brasileira, que trabalhou nos últimos anos como executivo do Cruzeiro, está passando por problema familiar envolvendo filha que vem dando o que falar. Acusado de abandono pela filha de 23 anos, o ex-zagueiro se pronunciou oficialmente e declarou chateação.

Por meio de nota oficial, o zagueiro se pronunciou a respeito de alegação feita pela filha. “Ricardo Rocha, por meio de sua assessoria de imprensa, esclarece que diante da matéria exibida ontem na TV Record – Domingo Espetacular, vem por meio desta, em primeiro lugar rechaçar as aludidas informações veiculadas acerca do abandono, falta de suporte e negativa em efetivar o registro de Victoria, pois desde a ciência e comprovação da paternidade vem exercendo seu papel, cumprindo o acordado entre as partes judicialmente”, começou o texto publicado pela assessoria do ex-jogador.

Victoria Marçolla Valente, de 23 anos, acusou o pai em matéria da TV Record de abandono. “Ademais, essa notícia desencadeou uma profunda tristeza ao Ricardo Rocha que, com sua habitual sensibilidade, busca compreender e gerenciar esses sentimentos de maneira equilibrada, demonstrando a mesma delicadeza e discrição que sempre marcaram sua carreira e vida pública”, acrescentou o texto.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Para finalizar a nota, o texto afirma que Ricardo Rocha nunca se negou a cumprir os compromissos acertados com a filha. “Apesar do curto prazo de ciência e confirmação da paternidade, e diante todas as burocracias e trâmites legais encerrados no último dia 26/01/2024, Ricardo Rocha em nenhum momento se esquivou de suas responsabilidades e jamais o fará, apenas se reservou, pois trata-se de informação de foro íntimo”, completou.

Ricardo Rocha foi diretor técnico do Cruzeiro entre agosto e dezembro de 2021.

Comentários estão fechados.