Reforço dos sonhos DESISTIU de jogar pelo Cruzeiro e motivo foi revelado

O Cruzeiro tentou fazer mais uma grande movimentação no mercado da bola, mas nessa oportunidade acabou levando a pior. O badalado lateral-direito chegaria para disputar posição com William, que não vem apresentando um futebol regular. Palacios, como segunda opção, também não conseguiu crescer sob o comando de Zé Ricardo, assim como já acontecia quando Pepa estava na Raposa.

Em abril, o Cruzeiro tinha quase tudo acertado e ficou muito próximo da contratação de Tinga, capitão do Fortaleza. No entanto, Juan Pablo Vojvoda não deixou que o lateral desembarcasse em Belo Horizonte. O atleta de 30 anos é homem de confiança para o treinador argentino e juntos, levaram o clube à final da Copa Sul-Americana, que será disputada contra LDU.

Tinga contou detalhes da negociação que não se concretizou. O lateral, que é um dos destaques da posição no Brasil, disse que a intervenção de Vojvoda e do presidente do Fortaleza foram cruciais para que ele não chegasse ao Cruzeiro.

“Já fui pegar minhas coisas já, quase, praticamente, mas faltava assinar um monte de coisa, mas foi pegar tudo. Mas aí chega o pessoal, ‘o Vojvoda quer falar contigo, está lá na sala’. Essa hora? Meu Deus do céu, o que vai querer falar. Aí fui lá falar com ele”, contou Tinga em participação no FortalezaCast.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

De quebra, Tinga ainda renovou seu contrato com o Fortaleza e o sonho do Cruzeiro acabou ficando mais distante do que estava, principalmente pelo fato da equipe poder conquistar o título continental e até mesmo ele levantar a taça como capitão, se tornando ainda mais ídolo por lá.

“‘Manda aí o que é de valor, o que tu vai querer, vamos chegar em um termo e vamos ver o que vai acontecer. Aí fui chegando no carro, ligando para minha esposa, ‘acho que não vai dar, acho que a gente vai ficar’. Foi no dia, e o pessoal do Cruzeiro me ligando. Cheguei em casa, a proposta estava ali, falei para minha esposa que o presidente mandou, acho que é para ficar mesmo. E eu fiquei”, finalizou o lateral.

Comentários estão fechados.