Reforço do Cruzeiro, Rafael responde críticas em rede social

Nesta terça-feira, no seu perfil do Instagram, Rafael aproveitou um vídeo postado com sua defesas para conversar com os torcedores do Cruzeiro.

Nos comentários da postagem, Rafael recebeu diversas críticas, mas demonstrou compreensão, e deixou claro que vai tentar tirar proveito das falhas no campo.

“Sabemos do seu potencial, mas ainda não está passando confiança para nós cruzeirenses”

“Precisa melhorar muito e passar confiança para nós torcedores”

Foram as principais críticas no perfil do atleta. Rafael respondeu de modo educado e atencioso.

“Obrigado pela opinião. Isso vai mudar”

“Vou fazer isso”

Rafael no Cruzeiro

Na terça-feira, dia 18 de janeiro, o Cruzeiro anunciou oficialmente a contratação do goleiro Rafael Cabral, de 31 anos.

Rafael estava no Reading da Inglaterra desde 2020, atualmente disputava a segunda divisão inglesa junto ao clube, mas era reserva.

O contrato de Rafael com o time inglês iria até o meio de 2022, mas acabou sendo rescindido em comum acordo, em função da necessidade do clube inglês em cortar custos para se adequar ao Fair Play Financeiro. Assim como o Cruzeiro a dois anos atrás, o clube já chegou a sofrer a perda de 6 pontos devido as contas.

Carreira de Rafael

Após grande destaque no Santos, com a conquista do tricampeonato paulista, a Copa do Brasil de 2010 e a Libertadores de 2011, Rafael deixou o clube paulista aos 23 anos, como uma grande promessa.

Na Europa, o goleiro não conseguiu repetir o bom desempenho. Em sua primeira equipe, o Napoli, da Itália, Rafael ficou por cinco anos. Mas em 2018, optou por não renovar o contrato, pois desejava ter mais oportunidades como titular.

O goleiro chegou a ter boas atuações pelo clube italiano, mas perdeu espaço após a contratação de maior destaque, o goleiro espanhol Pepe Reina. Ao todo, foram 45 jogos em Nápoles, sendo a grande maioria deles na temporada 2014/2015.

Na temporada de 2018/2019, permaneceu na Itália, desta vez no Sampdoria, em toda sua passagem pela equipe, teve apenas 4 partidas disputadas, e decidiu se transferir para seu atual clube, o Reading.

De acordo com fontes próximas ao jogador, Rafael decidiu jogar no futebol inglês devido ao projeto do clube em busca do acesso à primeira divisão, que soava interessante. Além disso, a qualidade de vida do país para ele e para sua família pesou na decisão.

Em seu primeiro ano no Reading, foi titular e atuou em 46 jogos no ano. A equipe até chegou a brigar ao acesso à Premier League, mas perdeu o fôlego na reta final e terminou na sétima colocação. Na temporada atual, Rafael também começou como titular, jogou seis partidas, mas perdeu a posição após uma lesão na mão.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.