Recusou vestir a 10 do Cruzeiro e agora está lamentando no novo time

Durante a última janela internacional de transferência, o Cruzeiro esteve interessado na contratação do meio-campista Everton Ribeiro, que deixou o Flamengo. No entanto, apesar da identificação com o clube celeste, o atleta preferiu acertar a sua ida ao Bahia.

Por lá, Everton Ribeiro assumiu a camisa 10, a braçadeira de capitão e, de quebra, ganhou um contrato milionário, com a chance de se tornar embaixador do Grupo City no Brasil após a sua aposentadoria. 

O fato é que, no último final de semana, o Bahia foi superado de virada pelo Vitória, na partida de ida na final do Campeonato Baiano. O tricolor chegou a abrir 2 a 0 no placar, mas sofreu a virada já nos acréscimos e perdeu o clássico por 3 a 2.

Recusou a 10 do Cruzeiro e agora lamenta derrota para o rival

Após o duelo vivo em entrevista à TV Bahia, Everton Ribeiro lamentou o resultado do Bahia, mas fez questão de ressaltar que o time tem totais condições de reverter a desvantagem em casa pronto

“Em uma final, todos os detalhes fazem a diferença, com uma vantagem grande, a gente não pode tomar a virada. Ainda tem muito jogo pela frente, mas é lógico que a gente poderia ter saído com um resultado muito melhor aqui”, disse.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Não custa dizer que a partida de volta está marcada para o próximo domingo (7), na Arena Fonte Nova, em Salvador. Sabe-se que será um duelo difícil, mas o Bahia precisa apenas de uma vitória simples para ficar com a taça de campeão estadual de 2024. 

Do lado do Cruzeiro, não custa lembrar que o time voltará a campo pela final do Mineiro também no domingo, às 15:30, no Mineirão. Para ser campeão, a Raposa precisa de um empate diante do Atlético-MG. Até o momento mais de 60 mil ingressos foram vendidos.

Comentários estão fechados.