Ramón Ábila compara o Cruzeiro com ‘Big Brother’ e explica motivo

Ramón Ábila atuou somente pelo Cruzeiro no futebol brasileiro. O atacante chegou ao clube em junho de 2016 e ficou cerca de um ano na Raposa. Ao todo, entrou em campo em 61 partidas, marcou 26 gols e fez parte do elenco que conquistou a Copa do Brasil de 2017.

No entanto, apesar dos bons números e do aval da torcida, Ábila deixou o Cruzeiro em julho de 2017, por falta de cumprimento de contrato no acordo de pagamento ao Huracán. Pode-se dizer que o atacante é lembrado com bastante carinho pela torcida mineira.

Ramón Ábila diz que jogar no Cruzeiro foi uma espécie de Big Brother

O fato é que, em recente entrevista ao site Infobae, o atleta de 34 anos, que atualmente defende as cores do Barracas Central, relembrou os tempos que esteve no Cruzeiro e comparou a sua passagem pelo clube com o Big Brother. 

Em sua comparação, Ramón Ábila destaca que Cruzeiro e Boca Juniors são dois clubes em que os torcedores acompanham internamente o dia a dia dos jogadores. Por isso, a sensação de estar sendo vigiado, como se estivesse dentro de um reality show. 

“Encontrei [no Boca Juniors] um mundo que nunca imaginei, muito parecido com o do Cruzeiro, mas 24 horas por dia. É o Big Brother, você não pode nem ir ao mercado. Eu adorei, curti até na derrota”, destacou o atacante.

Ábila contou, porém, que nem todo mundo gostou desta exposição. De acordo com o atacante, alguns companheiros de elenco ficam desconfortáveis diante dessa proximidade com a torcida.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ainda em tempo, por falar em centroavante com faro de gol, não custa lembrar que esta é justamente a prioridade do Cruzeiro na próxima janela de transferências, que será aberta no dia 10 de julho. Isso ocorre devido à lesão de Juan Dinenno, que terá que passar por uma cirurgia.  

Comentários estão fechados.