R$ 3 milhões por mês para medalhão fica caro demais e Cruzeiro decide apostar em centroavante promissor

O Cruzeiro tem se mostrado bastante ativo no mercado da bola e encaminha a chegada do seu segundo reforço da janela. De antemão, não custa lembrar que Cássio foi a primeira contratação da diretoria para a sequência da temporada. O goleiro deixou o Corinthians após 12 anos no clube para acertar sua vinda à Toca da Raposa

Acontece que, apesar disso, a grande prioridade da diretoria no mercado é buscar reforços para o setor de ataque. Tanto assim que, ainda não longe no tempo, o nome de Gabigol chegou a ser especulado no time estrelado. 

Cruzeiro esquece Gabigol e decide apostar em centroavante promissor

Porém, Gabigol ainda vive uma grande indefinição na carreira. O atacante tem contrato assinado com o Flamengo até dezembro deste ano, mas o clube deixou claro que só irá bater o martelo sobre a possível renovação após o julgamento do atleta na Suíça, no caso de tentativa de fraude no exame antidoping. 

Além disso, a questão salarial tem sido uma barreira das negociações. Em um primeiro contato feito com Gabigol, o atleta teria pedido um aumento de 50% do salário, que chegaria a R$ 2 milhões e, além disso, solicitou alguns “bônus de permanência”. A informação foi revelada pelo site O Globo. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

No total, Gabigol custaria ao Flamengo cerca de R$ 3 milhões por mês e, portanto, seria o jogador mais bem pago do futebol brasileiro. Diante deste cenário, o Cruzeiro não perdeu tempo e fechou com um outro jovem atacante. Trata-se de Kaio Jorge. 

O jogador estava na Juventus, da Itália, e é esperado em Belo Horizonte nas próximas semanas para assinar contrato de cinco anos com a Raposa. Ao todo, o clube vai desembolsar cerca de R$ 26 milhões.

Comentários estão fechados.