R$ 1,5 milhão por mês e Bernard deixa o Panathinaikos para assinar contrato

O atacante Bernard, ídolo do Atlético-MG, tomou decisão surpreendente e deixou o Panathinaikos de uma hora para outra. A situação aconteceu no começo de fevereiro, quando o jogador brasileiro anunciou que vai encerrar o seu vínculo com a equipe da Grécia e vai voltar ao Brasil. Querendo retornar ao Galo, Bernard vai reduzir o seu salário, que é de R$ 1,5 milhão, para entrar na realidade do clube.

“A despedida nem sempre é um adeus. Pode ser um até logo. E mesmo que o logo demore, ele volta para perto de quem ama. Logo, a vida que é tão inconstante, volúvel e que muda o tempo todo… nela existe uma coisa que permanece intacta: o GALO”, escreveu o Atlético em comunicado de retorno do jogador.

Bernard foi um dos principais jogadores da campanha do Atlético-MG na Libertadores de 2013, onde foram campeões. O jogador deixou o Brasil após a Copa do Mundo de 2014 e retorna após uma década na Europa. Em final de contrato, o atacante vive bom momento e pode ajudar o Galo a partir do segundo semestre.

Na temporada atual, Bernard participou de 45 jogos pelo Panathinaikos, com 10 gols e nove assistências. Aos 31 anos, o jogador mineiro vive expectativa para jogar pela nova equipe. O jogador está se recuperando de problema muscular, mas não preocupa e terá sequência em breve.

Zagueiro do Cruzeiro se deu mal, mas deu a volta por cima

Atualmente com 36 anos, Léo está aposentado dos gramados e deu entrevista, onde relatou o acontecido. A situação aconteceu em 2000, quando tinha apenas 12 anos. Morando em Eldorado, há 15km da Toca da Raposa, o defensor precisou ir em um ônibus e na traseira de um caminhão, mas acabou não dando muito certo.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Peguei o primeiro ônibus e cheguei ao ponto, mas o segundo que eu pegaria já tinha passado. Pensei: o que vou fazer? Passou um caminhão com a caçamba aberta e peguei carona, mas o caminhão virou em uma rua que não era em direção à Toca”, relembrou o ex-jogador.

Comentários estão fechados.