Quase R$ 1 bilhão: esse foi o assunto da semana no Cruzeiro

Durante esta semana, a consultoria Sports Value publicou o seu já tradicional estudo anual sobre os 30 clubes mais valiosos do futebol brasileiro. O Cruzeiro não entrou no TOP-10 da lista, que avaliou o período do ano fiscal de 2023. 

Vale destacar que o cálculo da Sports Value leva em consideração uma série de fatores. Desde patrimônio do clube, incluindo dinheiro em caixa, estádio próprio, centro de treinamento, ao valor da marca, com potencial de mercado, tamanho de torcida e receita.

Cruzeiro está avaliado em R$ 766 milhões

Assim como no ano passado, o Flamengo apareceu no topo da lista. O Rubro-Negro está avaliado em R$ 4.516 bilhões. Na sequência, vem o Palmeiras, atual campeão brasielrio. com um valor de mercado de R$ 3.563 bilhões.

Não custa dizer que o preço do elenco também é contabilidade, afinal de contas, ali se tem uma grande fonte de receita. Os valores usados são os da plataforma Football Benchmark, ferramenta de estatística que calcula o valor de cada atleta com base em variáveis. 

Ainda em tempo, vale destacar um fator importante do estudo: o percentual de crescimento. De acordo com o levantamento, o Cruzeiro fechou o ano em baixa de 8%. De fato, apesar de ter conquistado seus objetivos esportivos dentro de campo, foi uma temporada atípica. 

O time celeste deixou de utilizar o Mineirão, por exemplo, no primeiro semestre do ano e teve uma queda brusca em seu número de associados. Ainda assim, o clube está avaliado em R$ 766 milhões. Vale lembrar que Ronaldo comprou 90% das ações da SAF celeste por 400 milhões de reais em dezembro de 2021.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Veja a lista completa:

  1. Flamengo: R$ 4,516 bilhões (+57%)
  2. Palmeiras: R$ 3,573 bilhões (+63%)
  3. Corinthians: R$ 3,071 bilhões (+35%)
  4. Atlético-MG: R$ 2,953 bilhões (+74%)
  5. São Paulo: R$ 2,214 bilhões (+25%)
  6. Internacional: R$ 2,124 bilhões (+21%)
  7. Athletico-PR: R$ 2,090 bilhões (+25%)
  8. Fluminense: R$ 1,449 bilhão (+39%)
  9. Red Bull Bragantino: R$ 1,187 bilhão (+219%)
  10. Santos: R$ 1,184 bilhão (+31%)
  11. Grêmio: R$ 1,037 bilhão (-33%)
  12. Cruzeiro: R$ 766 milhões (-8%)
  13. Fortaleza: R$ 636 milhões (+150%)
  14. Botafogo: R$ 598 milhões (-1%)
  15. América-MG: 582 milhões (+82%)
  16. Coritiba: R$ 565 milhões (+23%)
  17. Vasco da Gama: R$ 503 milhões (-47%)
  18. Sport: R$ 468 milhões (+14%)
  19. Bahia: R$ 459 milhões (-17%)
  20. Atlético-GO: R$ 450 milhões (+179%)
  21. Ceará: R$ 420 milhões (+62%)
  22. Goiás: R$ 339 milhões (-2%)
  23. Cuiabá: R$ 311 milhões (+122%)
  24. Guarani: R$ 293 milhões (+4%)
  25. Santa Cruz: R$ 263 milhões (-10%)
  26. Avaí: R$ 262 milhões (+12%)
  27. Náutico: R$ 246 milhões (-7%)
  28. Ponte Preta: R$ 241 milhões (-13%)
  29. Juventude: R$ 218 milhões (+122%)
  30. Portuguesa: R$ 184 milhões (-)

Comentários estão fechados.