PVC não deixou mais dúvidas em relação a possível troca entre Dudu e Gabigol

O jornalista Paulo Vinícius Coelho cansou de ouvir informações desencontradas nos últimos dias, deu declaração e sanou as dúvidas sobre uma possível troca entre Dudu, do Palmeiras, e Gabigol, do Flamengo. A dupla está sem espaços nas equipes, com o jogador do Rubro-negro tendo contrato somente até dezembro. As diretorias chegaram a conversas para viabilizar uma troca, mas não rolou.

Segundo PVC, Dudu não gostou da ideia e nem teria nada a ganhar com a troca, e o Palmeiras trabalha para contratar Gabigol como agente livre em 2025. Dudu quer se sentir valorizado e chegou a negociar com o Cruzeiro, mas após receber pressão desistiu do negócio.

“O Palmeiras rejeita a ideia de que foi ele que ofereceu o Dudu na troca. Ninguém está dizendo que quem ofereceu foi o empresário ou foi o Palmeiras, mas o Palmeiras deixa claro que não foi ele quem ofereceu, que a ideia de Dudu por Gabigol não partiu do Palmeiras. É claro que isso tem a ver, também, com o desconforto do Dudu — o Dudu não gostou dessa ideia”, disse PVC.

Exaltando os feitos de Dudu, o atacante é o maior ídolo do Palmeiras no século XXI. O jogador foi o primeiro contratado da era rica do Palmeiras, na época comprado pelo Presidente Paulo Nobre em chapéu no Corinthians.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Um ano e meio de contrato no Palmeiras, que é o que ele tem, é diferente para o Dudu de um ano e meio de contrato no Flamengo. Por quê? Porque no Palmeiras o Dudu é um ídolo. Daqui a um ano, quando começar a hipótese de renovação de contrato, mesmo que a presidente Leila Pereira não queira renovar, uma parte grande da torcida vai pedir a renovação, porque o Dudu é um patrimônio”, finalizou PVC.

Comentários estão fechados.