Projeto é aprovado e SAF brasileira terá estádio ‘quase’ novo para jogar

Uma mudança está prestes a acontecer no futebol brasileiro. Tradicional palco do Brasil, o estádio de São Januário, do Vasco, passará por uma grande reforma nos próximos anos. A Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro aprovou o projeto de lei do potencial construtivo do estádio do Vasco. Grosso modo, este é o último passo para a liberação da venda do potencial e a sanção do prefeito Eduardo Paes. 

De antemão, vale lembrar que o projeto foi enviado a Eduardo Paes ainda em novembro do ano passado. Agora, com a “pressão” de Pedrinho e do próprio prefeito, a ação avançou nas Câmaras dos Vereadores. 

SAF Vascaína receberá R$ 500 milhões para construir estádio

Destaca-se que o projeto recebeu emendas dos vereadores antes da votação final. Isto é, parlamentares adicionaram e alteraram alguns trechos do texto original. O principal deles é que o Vasco tenha um aumento do percentual do potencial construtivo a ser vendido no início da obra. Estima-se que o clube irá receber cerca de R$ 500 milhões para usar na reforma do estádio. 

Dentre outras coisas, a ideia é aumentar a capacidade para 47.483 torcedores com a construção de uma arquibancada na parte sul, fechando assim todo o campo. Além disso, também estão previstas novas construções no local, como museu, lojas e restaurantes, além da criação de 1.440 vagas de estacionamento.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Atualmente, a reforma está orçada em R$ 506 milhões e o prazo de execução é de três anos. A ideia do Vasco é inaugurar o novo estádio em 2027, quando o clube completará 100 anos. Para isso, as obras devem começar no fim de 2024, em dezembro.

Comentários estão fechados.