Presidente do Sousa humilha zagueiros do Cruzeiro

O presidente do Sousa-PB, que eliminou o Cruzeiro da Copa do Brasil nesta quarta-feira (21), não quis perder tempo e humilhou os defensores do Cabuloso. A eliminação precoce na primeira fase da competição aconteceu após derrota por 2 a 0 com dois gols de Danillo Bala. O Cabuloso tinha a vantagem de conseguir a classificação com o empate.

Aldeone Abrantes, presidente do clube paraibano, aproveitou para brincar com o Cruzeiro após a classificação. “O Cruzeiro subestimou até na logística deles. Todos os times que vieram aqui, Goiás, Coritiba, Vitória… de Juazeiro do Norte para cá dá duas horas de viagem. Eles preferiram ficar em Campina Grande, o dobro da viagem, 5, seis horas. Inclusive conversamos sobre isso. Até na logística eles erraram”, iniciou na declaração.

Além de comentar a logística, o dirigente falou que o Cruzeiro só começou a reclamar do gramado após a derrota. “Agora estão falando de gramado. Choveu dois dias seguidos aqui na cidade. Visitaram o gramado um dia antes, elogiaram demais”, revelou o presidente.

Com reclamações da chuva, Aldeone questionou se apenas o Cruzeiro ficou molhado durante a partida. “Qual gramado aguenta chuva? Quantos jogos foram adiados aí em São Paulo, Rio de Janeiro…é como se a chuva tivesse pegando só em jogador do Cruzeiro, mais ninguém. Danilo Bala fez o gol, poça d’água grande, mandou lá na gaveta”, acrescentou.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Para finalizar, o presidente contou que os zagueiros do Cruzeiro estavam pesados e o time com sono. “Time do Cruzeiro estava com sono, perdeu de pouco. Se estivesse bom o campo, eles tinham tomado de mais. Ao invés de reclamar de gramado, de chuva, vão contratar dois zagueiros, estão pesados demais os zagueiros de vocês”, ironizou.

Por causa da eliminação, o Cruzeiro perdeu cota de R$ 1,4 milhão da CBF pela classificação à segunda fase da Copa do Brasil.

Comentários estão fechados.