Presidente do América, Romário fez proibição e ainda prometeu punição

O ex-jogador Romário, que está com 58 anos, vem atuando na política brasileira há mais de uma década e é senador pelo estado do Rio de Janeiro, mas resolveu apostar novamente no futebol e virou presidente do América-RJ, já estando a frente do clube e de início fez proibição inusitada aos jogadores, onde os que descumprirem vão receber punições.

Querendo retornar costume do século XX, Romário determinou que os jogadores devem usar apenas chuteiras pretas. O Presidente ainda falou que quem desobedecer a determinação será punido com multa de 10% no salário.

“Tudo preta. Presidente mandou pintar. Só joga de chuteira preta”, falou Romarinho, filho do ex-jogador campeão do mundo na Copa de 1994. “A regra é essa. Não tem ninguém obrigado a colocar, mas quem não colocar vai levar 20% do salário”, falou Romário, em tom de brincadeira, mas exigindo o cumprimento da ordem.

Romário está aposentado dos gramados desde 2008, mas retornou aos treinamentos na última semana e anunciou que deixou o aposento de lado e pode disputar jogos. O América é um clube tradicional do Rio, já tendo sido campeão estadual sete vezes, mas perdeu espaço e atualmente disputa a segunda divisão carioca.

Cruzeiro não perde tempo e contrata campeão da Libertadores

Em contratação ousada, Pedrinho trouxe o executivo Paulo Pelaipe para ser o novo diretor de futebol do Cruzeiro, que vai trabalhar ao lado de Alexandre Mattos e Edu Dracena. O profissional de 73 anos estava no Botafogo-SP e teve passagens por Grêmio e Flamengo, tendo sido campeão da Libertadores pelo clube carioca em 2019.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Paulo Pelaipe é o novo Diretor Executivo de Futebol do Cruzeiro! Com histórico de títulos e passagens pelo Grêmio, Flamengo, Vasco e Botafogo-SP, o profissional chega para reforçar o departamento de futebol do clube. Seja bem-vindo!”, divulgou o Cruzeiro nas redes sociais.

Comentários estão fechados.