Pezzolano comenta sobre oportunidades para Marco Antônio e Lucas Ventura no Cruzeiro

Recentemente, o novo treinador do Cruzeiro, Paulo Pezzolano, completou um mês de trabalho na equipe mineira.

Com um aproveitamento de 81,48%, a Raposa se classificou para a próxima fase da Copa do Brasil, e é vice-líder do Campeonato Mineiro.

Até o momento, ao total, são nove jogos, com 7 vitórias, 1 empate e apenas uma derrota, para o América, que foi marcada pela arbitragem polêmica. Durante o período comandado por Pezzolano, o elenco marcou 19 gols, uma média de mais de 2 gols por partida.

Uma das marcas do uruguaio neste começo é o rodízio do elenco nas partidas. Duas das maiores ausências nas mudanças de elenco, são os meias Marco Antônio e Lucas Ventura. Após a última partida do clube celeste, Pezzolano comentou sobre a situação dos atletas.

“Estive falando com eles quando começamos. Eles precisam melhorar o posicionamento em campo. Mas, vimos melhor o Pedro Castro, Canesin, Machado, João Paulo (contra o Sergipe). Alguns vão ficar fora. Está dentro da rotação. Mas se eles seguem melhorando, evoluindo, são jogadores que têm bom futuro.”

O comandante do Cruzeiro ainda falou sobre a precipitação no trabalho de base do clube.

“Acho que se precipitaram em subi-los para o primeiro time, ainda falta algo para eles crescerem. Mas tem tudo para ser grandes jogadores. Mas estão dentro da rotação. Estão fazendo bom trabalho. São boa gente, colocam intensidade no treino. Como treinador, você tem que deixar alguém fora. No outro dia, eles podem entrar também.”

Paulo Pezzolano no Cruzeiro

Ronaldo Fenômeno anunciou a compra de 90% das ações do Cruzeiro no dia 18 de dezembro de 2021, pelo montante total de R$ 400 milhões. A Raposa é o primeiro clube-empresa no Brasil a usar o modelo Sociedade Anônima do Futebol (SAF), desde que foi aprovado pelo Congresso Federal no ano passado.

Com diversas mudanças e contratações, Ronaldo também definiu um estilo de jogo ao escolher o novo treinador da equipe celeste, Paulo Pezzolano.

“Vamos ter um padrão de jogo. Queremos que nossos jogadores sejam decisivos, protagonistas. Alguns fatores são importantes em um jogo, teremos um time muito intenso, rápido e agressivo”

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.