Pedro Martins é direto e reto ao revelar o maior problema do Cruzeiro

O Cruzeiro está sob gestão da SAF desde o final de 2021, que tem Ronaldo Fenômeno como gestor com 70% das ações, e vem passando por processos de reformulações internas das categorias de base. Após ficar com o vice-campeonato da Copinha em 2024, perdendo na decisão para o Corinthians, o diretor de futebol, Pedro Martins, deu declaração revelando os maiores problemas do clube no momento.

Ao portal No Ataque, Martins comentou que as maiores dificuldades do clube nas categorias de base são conseguir gerenciar os centros de treinamentos da Toca 1 e Toca 2. Para o executivo, os problemas estão na estrutura, que são antigos e defasados. Os profissionais já estão com equipamentos novos na Toca 2, mas os jovens e time feminino ainda não.

“Nosso maior desafio é a divisão física, nós temos duas Tocas. O fato de você ter a Toca da Raposa 1 e a Toca da Raposa 2 faz com que você não consiga acompanhar as rotinas de outras categorias como gostaria. E o nosso objetivo é diminuir a distância entre as categorias, com reuniões e trocas de ideia. A gente tenta participar ao máximo para que seja algo factível essa integração entre todas as categorias do clube. Não é simples, mas, olhando a média dos clubes brasileiros, eu vejo que hoje o Cruzeiro está muito bem.”, contou o executivo da SAF.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Contando com recursos limitados, o clube está tendo que se virar e vem apostando em grandes nomes na gestão. Paulo Autuori é um deles e foi reconhecido pelo diretor na entrevista recente.

“Hoje, a gente consegue falar sobre o futebol do clube com todos os gerentes. A figura do Paulo Autuori é muito importante nesse aspecto, porque ele entra na metodologia de todas essas categorias. E nossa ideia é ampliar cada vez mais essa integração, para que tenhamos uma identidade de futebol do Cruzeiro.”, afirmou.

Comentários estão fechados.