Pedro Lourenço determina até quando manterá a Adidas como fornecedora esportiva do Cruzeiro

O empresário Pedro Lourenço, dono da SAF do Cruzeiro, está trabalhando para organizar o clube mineiro, busca aumentar as fontes de receitas e deu declaração recente sobre a relação com a Adidas, empresa alemã fornecedora de materiais esportivos da Raposa. Para o gestor, a relação vai acontecer até o final do contrato, por enquanto sem renovação.

A Adidas está afrente da produção dos materiais do Cruzeiro desde 2020, mas vem passando por problemas de relacionamento, desagradando a direção do clube e dificultando uma possibilidade de renovação do vínculo. “Em relação à Adidas, também temos mais um ano e meio de contrato. Até o fim de 2025”, disse Pedrinho em entrevista na Toca da Raposa.

O investidor deu entrevista na Toca para divulgar o encerramento dos trâmites da compra da SAF, deu detalhes do futuro do clube, contou que não vai mais fazer contratações em 2024 e que o contrato com a Betfair, patrocinadora máster, será renovado por mais dois anos. “Em relação à Betfair já está resolvido. Tudo certo. Mais dois anos de contrato”, disse Pedro Lourenço.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O acordo inicial, feito pela gestão de Ronaldo na SAF em janeiro de 2023, vai até o fim deste ano e envolve o pagamento de R$ 25 milhões por temporada, além de bônus e premiações por resultados esportivos. Os valores do novo contrato ainda não foram divulgados.

Pedro Lourenço assumiu o comando da SAF no final de abril de 2024 comprando as ações de Ronaldo. O empresário já investiu mais de R$ 173 milhões em contratações e vem fazendo reformulações no corpo diretivo da SAF.

Comentários estão fechados.