Palmeiras deu chapéu de R$ 355 milhões para tirar fenômeno do Cruzeiro

O Palmeiras foi esperto nos bastidores, aproveitou o momento de fragilidade do Cruzeiro e deu chapéu caro para tirar fenômeno da base Celeste que é avaliado em R$ 355 milhões. Anos depois, a joia está sendo peça importante no time de Abel Ferreira e vem sendo sondado por clubes europeus, que já sinalizam com proposta que faz todos os cruzeirenses espumarem de raiva.

Estevão, de 17 anos, era a maior joia da base do Cruzeiro, mas deixou o clube em 2019 após escândalo nos bastidores, onde a diretoria do clube negociou percentual do jovem como garantia de empréstimo, situação proibida pela Fifa. Deixando o Cabuloso de graça, o garoto assinou com o Palmeiras e pode ser vendido nos próximos meses.

Em entrevista recente, o técnico Abel Ferreira implorou para que Leila Pereira não venda Estevão, mas o pedido do jogador não deve ser atendido, já que propostas já estão sendo discutidas nos bastidores. O Chelsea está afrente e sinalizou com uma oferta de 55 milhões de euros (cerca de R$ 355 milhões), onde o atacante continuaria na equipe brasileira até completar 18 anos.

“Havia uma disputa grande entre 3 clubes ingleses por Messinho. Pois bem, já há um favorito e esse time é o Chelsea.”, disse o jornalista Jorge Nicola, que vem apurando o caso e acompanhando de perto. Aos 17 anos, o garoto completa a maioridade em abril de 2025

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“O Messinho estava dentro do Atlético quando o Palmeiras entrou na parada”, relembrou João Paulo, diretor da base do Palmeiras, que precisou enfrentar operação para levar o garoto ao clube paulista, depois de deixar o Cruzeiro.

Comentários estão fechados.