Novo patrocínio máster? Cruzeiro abre o jogo com seus torcedores

O Cruzeiro está trabalhando nos bastidores sob gestão de Pedro Lourenço para aumentar o faturamento do clube, vem tendo conversas para analisar patrocinador máster e abriu o jogos com os torcedores. Fechada na época de Ronaldo, a Raposa tem a marca Betfair no principal espaço da camisa, que paga valores altos, mas menores que de outros clubes do Brasil.

Com contrato até o final do ano junto da Betfair, o Cruzeiro já está se movimentando, está em negociação para uma renovação de contrato, mas ouve outros interessados. Aceitando continuar com a marca atual, a Raposa quer aumento do valor fixo e mais bônus dentro do contrato, mas o acordo ainda não foi fechado.

Ainda no período de Ronaldo, o Cruzeiro havia acertado o valor de R$ 25 milhões por ano, mais valores de bônus e premiações em caso de resultados esportivos. Agora com Pedrinho, a Raposa entende que a marca da camisa está mais valorizada, já que passou por processo de reestruturação e consolidação na Série A.

Além da Betfair, o Cruzeiro tem conversas com a empresa Vaidebet, que também patrocina o Corinthians e tem como um dos sócios o cantor Gusttavo Lima, que é torcedor da Raposa. As conversas não avançaram como esperado, mas ainda estão abertas para nova conversa. Na semana passada, o Cruzeiro fechou com a empresa Vilma Alimentos, que está estampada nas costas da camisa celeste.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O Cruzeiro volta a campo na próxima quinta-feira (16), contra o Unión La Calera, pela quinta rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana, às 21 horas, no Independência.

Comentários estão fechados.