Nova profissão do Goleiro Bruno nos deixou de queixo caído

Com passagens por times como Atlético-MG, Corinthians e Flamengo, Bruno Fernandes, mais conhecido como goleiro Bruno, chegou a ser considerado um dos melhores em sua posição no Brasil. Tanto assim que foi cotado para defender as cores da camisa da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. 

Porém, como todos bem sabem, a sua carreira foi interrompida pela condenação do assinado da modelo Eliza Samudio, em 2010. À época, Bruno recebeu uma sentença de 22 anos de prisão por ter participado do crime que tirou a vida da mãe de seu filho. Vale dizer que o corpo da vítima jamais foi encontrado. 

Nova profissão de Bruno nos fez cair da cadeira

Bruno está em regime semiaberto desde 2019. Até tentou voltar a atuar dentro dos gramados, mas nunca conseguiu, haja vista a enorme rejeição dos clubes e das torcidas. Por isso, escolheu um novo ofício, no mínimo, surpreendente: ele trabalha como coach esportivo, auxiliando o aspecto mental dos profissionais de diferentes áreas e equipes. 

Vale destacar que a nova profissão foi divulgada por ele mesmo, através das redes sociais, onde recebeu a ajuda de amigos e parentes. De acordo com as informações, ele concluiu diversos cursos relacionados à natureza de mentalidade e motivação esportiva. Por outro lado, é claro que a decisão foi questionada por diversos torcedores. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ainda em tempo, cumpre dizer que, desde que saiu da cadeira e passou a cumprir regime semiaberto, Bruno tentou retomar a sua carreira como jogador de futebol profissional. Ele passou por times como Montes Claros, Boa Esporte, Poços de Caldas, Rio Branco e Atlético Carioca, mas não teve sucesso em nenhum deles. Bruno pendurou as chuteiras em 2021, aos 36 anos. 

Comentários estão fechados.