Nico Larcamón se posiciona sobre decisão envolvendo Marcelo Moreno

O técnico Nico Larcamón estava se preparando para o jogo do Cruzeiro contra a Universidad Católica, em Quito, no Equador, às 21 horas, pela estreia na Copa Sul-Americana, mas precisou se posicionar sobre decisão envolvendo o atacante Marcelo Moreno, que vai aposentar dos gramados neste domingo (7), na final do Campeonato Mineiro.

Contratado em março com contrato curto para se aposentar, Moreno vai deixar o futebol sem atuar dentro de campo pelo Cruzeiro. O jogador foi integrado ao grupo, vinha treinando na Toca da Raposa, mas por falta de espaço no calendário não terá jogo de despedida. Sem atuar oficialmente desde dezembro, o atacante terá adeus aos torcedores no Mineirão.

Em entrevista recente, Larcamón contou que quando Moreno foi contratado, os pontos do acerto estavam claros. “O comunicado do clube foi muito claro, não sei porque alguns torcedores acham que ele tem alguma possibilidade de jogar na competição. Foi um pedido de um ídolo que marcou a história do clube, e todos queriam dar a ele a oportunidade de fechar a carreira com as cores do Cruzeiro. Ele solicitou isso, e eu achei mais do que merecido”, declarou Larcamón.

Antes da final, Moreno estará em campo e será homenageado pela nação cruzeirense. Em entrevista recente, o atacante contou que tem gratidão eterna pelo clube e é o maior artilheiro estrangeiro da história do Cruzeiro.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Eu tenho uma gratidão enorme por esse clube. Estou muito feliz de ter essa oportunidade, de poder encerrar a minha carreira aqui. Espero que vocês possam estar na minha despedida no dia 7, na segunda final do Mineiro. Tomara que a gente possa se despedir como eu mereço, como o Cruzeiro merece, com toda a minha torcida que gritou os meus gols, com muita dedicação”, afirmou Moreno.

Comentários estão fechados.