Mineirão vai estar lotado para decisão entre Cruzeiro x Fluminense na Copa do Brasil 2022

O Cruzeiro terá pela frente um dos maiores desafios da temporada: reverter a desvantagem de um gol para o Fluminense em duelo válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil. A primeira partida, que terminou 2 a 1 para o Tricolor, foi realizada no Maracanã.

Portanto, o jogo de volta, aquele que decidirá quem mata e quem morre, será diante de um Mineirão lotado. A partida será realizada na próxima terça-feira, 12 de julho, às 21h.

A média de público da Raposa atuando em casa na Série B do Brasileiro já supera a marca de 33 mil torcedores por jogo. Mas, para o confronto decisivo diante do Tricolor das Laranjeiras, certamente esse número será, por muito, superado. O Cruzeiro iniciou a venda dos ingressos e, em poucos instantes, mais de 15 mil sócios já garantiram vaga na decisão. 

O que o Cruzeiro precisa fazer para passar? 

A resposta é fácil: vencer. Uma vitória simples da Raposa levaria a decisão para as cobranças de pênaltis. Um triunfo mais elástico do Cruzeiro garante a vaga ainda no tempo regulamentar. Em caso de empate, ou vitória do Fluminense, o Tricolor fica com a vaga. 

Vale lembrar que atuando sob os seus domínios territoriais na Série B do Brasileiro, o Cruzeiro está com 100% de aproveitamento. Até o aqui, são oito jogos e oito vitórias. Por outro lado, a equipe de Pezzolano ainda não conseguiu vencer um time da elite do futebol nacional neste ano. 

Após a partida de ida, o volante Felipe Machado comentou sobre a expectativa para o duelo no Mineirão. Vale ressaltar que ele atuou no lugar de Neto Moura, que não pode defender o Cruzeiro pela Copa do Brasil por já ter jogado pelo Mirassol na competição.

“O que vem fazendo a diferença nos nossos jogos em casa é a torcida. Eles compraram a ideia, vêm apoiando os 90 minutos. No jogo da volta não vai ser diferente. Eles têm feito isso no Brasileiro e na Copa do Brasil não vai ser diferente”, disse Machado, à época. 

Por fim, importante lembrar que, para o duelo decisivo, o Cruzeiro não poderá contar com os reforços já anunciados, uma vez que os atletas só poderão vestir a camisa celeste em jogos oficiais após o dia 18 de julho, quando será aberta a janela de transferências. 

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.