Meia não ganha chances, faz as malas e se despede do Cruzeiro

Cria a Toca, o meia Marco Antônio, apesar de promissor aos olhos da torcida, não teve tantas oportunidades no time do Cruzeiro. O jogador acertou sua rescisão contratual com a equipe mineira e se despediu do clube, pelo qual atuou por 13 anos. O jovem atleta chegou em comum acordo com a direção celeste e encerrou sua passagem na Raposa.

Marco Antônio usou suas redes sociais para se despedir do Cruzeiro e da torcida celeste. “Foram 13 anos de uma linda história de respeito, carinho e muita gratidão! Obrigado a todos que fizeram parte do meu dia a dia desde os meus nove anos de idade! Obrigado torcida celeste pelo carinho, apoio e respeito de sempre!”, iniciou o atleta

“Só Deus sabe o quanto sou honrado de ter vestido essa camisa, foi um orgulho e prazer enorme!!! Valeu Cabuloso”, finalizou Marco Antônio, de 21 anos, que, nesta temporada, entrou em campo cinco vezes sob o comando de Pezzolano. 

Qual o futuro de Marco Antônio?

Livre no mercado, Marco Antônio pode estar de malas prontas para acertar contrato com o Goiás, que já havia demonstrado interesse no atleta. Agora, com a rescisão anunciada, o clube não precisará arcar com a cláusula de quebra de contrato, uma vez que o meia tinha vínculo com a Raposa até o final de 2022.

No Goiás, Marco Antônio vai trabalhar com Émerson Ávila. O técnico já treinou o jogador na base do Cruzeiro. Certamente a presença do profissional pesou na decisão do jovem atleta e na busca do clube goiano para tê-lo em seu elenco. O jogador acerta os últimos detalhes sobre o tempo de contrato com o Esmeraldino para ser anunciado como novo reforço.

Marco Antônio subiu ao profissional do Cruzeiro ainda em 2020, quando disputou sete jogos. Em 2021, foram 11 partidas pela Raposa e uma assistência. No entanto, uma sequência longe dos gramados por conta de lesão fez com que o atleta perdesse espaço no clube

Nesta temporada, por exemplo, a última partida disputada por Marco Antônio pelo Cruzeiro foi na derrota celeste para o Patrocinense, por 2 a 1, em 19 de março, ainda pela primeira fase do Campeonato Mineiro. 

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.